Maravilhosa graça

Atualizado: 22 de Ago de 2018

— Olha a uva fresquinha! Mamão papaia, três por cinco reais, é só hoje, hein!


— Pode escolher à vontade, patrão! Faço por dois reais o quilo do tomate.


— Temos curau e pamonha! É pamonha de Piracicaba!


Se você algum dia frequentou uma feira popular, certamente já ouviu essas e muitas outras frases semelhantes. É o som característico da disputa entre os feirantes que usam a criatividade e o tom da voz para atraírem mais e mais clientes.


E é incrível como Deus não escolhe lugar, nem ocasião para nos mostrar que Ele está sempre aqui, no meio de nós, agindo em tudo e em todos, utilizando das situações mais improváveis ou inesperadas para manifestar toda Sua Glória e nos ensinar sobre o Seu imensurável poder. Digo isso porque foi percorrendo boa parte daquele movimentado mercado a céu aberto, escolhendo batatas, cebolas, bananas e laranjas, que percebi a figura de um velho senhor empurrando um carrinho de madeira, passando atrás das barraquinhas e recolhendo as sobras que eram desprezadas pelos feirantes. Notei que o carrinho já estava cheio e, enquanto separava algumas maçãs, comentei com o rapaz que me atendia a surpresa que a família daquele senhor teria quando ele chegasse em casa.


— Não é para ele! Respondeu-me o rapaz.


— Como assim? Curioso quis saber.


— Moro perto da comunidade onde ele vive, cerca de uns seis quilômetros daqui. E esse senhor, todo sábado, persistentemente, vem, enche seu carrinho e segue de volta para lá. Depois, separa o que há de melhor em tudo o que conseguiu e distribui, de porta em porta, para as famílias mais carentes, muitas das quais ele nem conhece.


Surpreso, voltei a fitar aquele senhor. Apenas um desconhecido com seu velho chapéu de palha, camisa sem alguns botões, calça surrada e um dos chinelos amarrado com arame, mas que, de alguma forma, recebeu do Pai das Luzes essa boa dádiva que o capacitou a expressar graça e misericórdia a outras pessoas porque, mais do que frutas e verduras, aquele senhor carregava, em seu modesto carrinho de madeira, incontáveis dúzias de coragem, dividindo espaço com inúmeros quilos de bondade, muito bem amarrados em maços da mais contagiante esperança.


E isso nos emociona e nos leva a exclamar: Ainda bem que, por desígnio do Senhor, existem pessoas assim! Mas, muito mais do que isso, nos leva a olhar para a condição desprezível que tínhamos e agradecer a Deus porque, um dia, também um bondoso desconhecido bateu em nossa porta e, por Misericórdia e Maravilhosa Graça, separou para nós o que tinha de melhor. Ainda bem que existe Jesus, que enxergou a profunda condição de miséria no interior de nossos corações e nos alimentou com todo o seu amor, dando-nos do mais puro pão e suave vinho para que tivéssemos vida em abundância e o poder de sermos feitos filhos de Deus.


Glórias ao Senhor por Sua Maravilhosa Graça, na pessoa e obra de Jesus Cristo, que nos foi dada, imerecidamente, através da ação sobrenatural do Espírito Santo, como um poder dinâmico de Deus agindo em nós, que nos impele a viver, sofrer e morrer por amor a Cristo, ao mesmo tempo em que nos motiva e capacita a encher nossos carrinhos com as maravilhas das Escrituras e oferecer o verdadeiro alimento espiritual a todos os que estão perdidos, cansados, sobrecarregados, sedentos e famintos do mais sublime amor que salva.

Quando, genuinamente, experimentamos a Maravilhosa Graça, conseguimos compreender as riquezas que recebemos de Deus por causa de Cristo, onde a maior delas é a de “Que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo” (1 Pedro 1.5).


Somente a Graça de Deus é capaz de nos chamar à conversão (Gálatas 1.15), nos regenerar (Tito 3.5), nos justificar (Romanos 3.24) e nos santificar (Hebreus 13.20-21).


É ela que quebra nosso orgulho, nos humilha, nos envergonha, cura nosso coração contaminado e nos fortalece em tempos de aflição e conflitos, dando-nos a verdadeira liberdade e a única e tão desejada paz de Cristo.


Então, se você ainda não experimentou essa Maravilhosa Graça, exalte sua fé em Jesus e, em oração, clame ao Senhor pela ação do Espírito em sua vida, porque, assim como afirma o apóstolo Paulo, “Deus é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos” (Efésios 3.20). Quem sabe, inesperadamente, um bondoso desconhecido possa também bater em sua porta e lhe oferecer, não somente um carrinho cheio de alívio, conforto e segurança, mas, essencialmente, uma vida nova repleta da Graça e Misericórdia de Deus e da Esperança de eternidade em Cristo Jesus.


Amém! Aleluia!


Editorial de Walter Feliciano



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.