Buscar

Sonho meu

Atualizado: 26 de Out de 2018

Você se lembra do sonho lúdico de sua infância? Ou do sonho bobo de sua pré-adolescência? E o sonho da juventude, que depois ganhou cara de pesadelo?! Sonhos mudam. Talvez, hoje, seu sonho lhe mova a orar e a ansiar por sua realização. Ou, cansado das decepções do passado, falar de sonhos passou a ser a esperança dos que ainda acreditam numa vida melhor! Seja como for, sonhos fazem parte da experiência humana e estão presentes no dia-a-dia. Sonhos influenciam decisões com implicações de longo prazo. Por isso, precisamos de respostas que nos orientem a pensar e agir corretamente diante dos sonhos.


O que são “sonhos”

Sonhos são difíceis de definir, mas quando descritos, mais se parecem com desejos do coração do que com pequenos filmes de uma realidade esperada. E o que são desejos? Desejos são o exercício da vontade direcionada pelo seu maior tesouro! Portanto, se vamos falar do “sonho meu”, precisamos de uma compreensão bíblica da interação entre o tesouro e os sonhos.


Tesouros

A Bíblia usa constantemente o conceito de “tesouro” como algo valioso que irá determinar a conduta de alguém (Provérbios 2.1-4; Mateus 13.44). O que é importante para você irá influenciar como você vive. Portanto, tesouros definem objetivos. Por exemplo, se ser admirado por sua aparência é o seu maior tesouro, você irá investir horas numa academia ou num salão de beleza. Investirá num guarda-roupa sofisticado, buscando uma aparência que irá ser admirada por aqueles dos quais você busca aprovação. Talvez você não busque ser admirado em termos de aparência superficial. Mas, a dinâmica também pode ser sutil.


Você entende que ser uma mulher virtuosa de Provérbios ou um homem temente a Deus é um objetivo valoroso. Então, busca incessantemente ser uma mulher diligente, exemplo de esposa e mãe. Ou um servo humilde, colocando os outros na sua frente. Perfeito. Mas uma dinâmica estranha acontece quando você não é reconhecido(a) como tal. Quando as pessoas ao seu redor não a chamam de “virtuosa”, ou “homem de Deus”, cansaço e desânimo invadem seu coração e com o tempo, dão espaço à irritação. “Ninguém reconhece o meu valor”! Embora ser a mulher virtuosa seja um objetivo louvável e ser um servo humilde é um alvo comum a todos nós, nesses exemplos eles não parecem estar ligados ao maior tesouro!


O maior tesouro

Por definição, o Evangelho nos dá um tesouro maior. “E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” (2 Coríntios 5.21). Crer em Cristo significa ganhar um novo objetivo. Se antes vivíamos para nós mesmos, pela morte de Cristo fomos comprados para viver para Ele. Novo objetivo implica que também ganhamos um novo tesouro, um novo sistema de valores! O que antes era importante em nossos sonhos passa a ser redefinido pelo Evangelho. Tudo é para Cristo.


Mas sabemos que isso pode ser sutil. Quando que um sonho aparentemente piedoso (como por exemplo, “ser uma mulher virtuosa” ou um “servo humilde”) se torna mais uma manifestação de viver para si mesmo? Bom, se o sonho é para Deus por causa de um sistema de valores redefinidos pelo Evangelho, ele será buscado debaixo da vontade de Deus! Ou seja, o sonho direcionado pelo Evangelho não produzirá obras da carne, mas o fruto do Espírito (Gálatas 5.16-26). Na prática, quando você estiver disposto a pecar para ter ou ser algo, esse “sonho meu” tornou-se pecaminoso. Trata-se de mais uma manifestação de viver para si mesmo. Também vive para si mesmo quando peca por não realizar o “sonho meu”! Talvez essa seja a forma mais comum de um sonho aparentemente piedoso se tornar uma forma de viver para si mesmo. É o caso da mulher amargurada que não é reconhecida pelo seu sonho de ser uma mulher virtuosa. Seu desejo de ser reconhecida é semelhante à mulher que busca ser reconhecida pela sua aparência. A diferença é o meio em que irão atingir o mesmo objetivo egoísta: ser reconhecida. O Evangelho nos dá um tesouro diferente! Viver para o Senhor irá redefinir valores de tal forma que as ações para as conquistas dos sonhos serão piedosas. Viver para o Senhor irá redefinir valores de tal forma que as reações quando os sonhos não são conquistados também serão piedosas.


Tesouro + vontade = sonho

Reafirme seu tesouro naquilo que Cristo fez por você. Ouvir o Evangelho e responder com fé irá levá-lo ao verdadeiro tesouro do conhecimento de Deus. Seu tesouro irá redefinir suas vontades, carregando suas emoções para aquilo que é agradável ao Senhor! O resultado serão sonhos alinhados com a vontade do Senhor numa vida agradável ao Salvador! Ele morreu por você para que você viva para Ele!


Editorial do Pr.Alexandre "Sacha" Mendes


© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.