Uma expressão de louvor em grau superlativo

Atualizado: 18 de Dez de 2018

Salmo 150


Repleto de inspiração e entusiasmo, o Salmo 150 expõe em timbre forte o desejo ardente do coração do salmista de conclamar o povo de Deus a exaltá-lo em admiração, reverência, tributo e, acima de tudo, em louvor ao Senhor.


Como maior expressão e prova de adoração a Deus, o Salmo começa e termina com a palavra ALELUIA. Sete letras que celebram juntas na mais perfeita harmonia, uma intraduzível explosão de alegria em glorificar a Deus.


Ao mesmo tempo em que essa alegria transborda em louvor no coração do salmista, serve também de alerta, porque põe em descoberto a vida apática daqueles que creem, mas, por ainda não conhecerem verdadeiramente o Senhor e não compreenderem o significado de Sua redenção, deixam escancarada a porta do coração para entrada do pecado que, uma vez instalado, contamina com a indiferença o relacionamento espiritual sadio e utiliza a mordaça da vergonha e do preconceito para calar todo o êxtase de louvor e adoração, drenando para o desânimo a plenitude da glorificação do único Deus Santo.


Porém, todos que recebem a graça pelo sopro do Senhor e conhecem a Sua majestade, Seus feitos e Sua grandeza, louvam o Seu nome no céu e na terra, em Seu Santuário, no firmamento e exaltam o grande Rei, com vozes de júbilo, batendo palmas, cantando, dançando, tocando os mais diversos tipos de instrumentos em ritmo alucinante e ensurdecedor para honrar, glorificar e demonstrar toda admiração e amor ao Criador.


Que a mensagem do Salmo 150 possa nos contagiar e que a nossa adoração alcance também este clímax e responda com toda força, com toda alegria e com muita inspiração ao clamor do Salmista, de forma que o nosso louvor seja resultado único de algo consciente que nos faz exaltar o nome do Senhor pelo que Ele é e por tudo o que fez por nós.


Aleluia! Aleluia! Aleluia!


Editorial de Walter Feliciano



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.