Igreja é um substantivo singular vivido no plural!

Atualizado: 21 de Ago de 2018

Igreja é QUEM somos: uma confissão individual com implicações comunitárias. Trata-se de um aspecto vital de nossa identidade com implicações profundas no que fazemos e deixamos de fazer. “Ser e fazer” andam de mãos dadas para mostrar a realidade criada a partir da Obra e da Pessoa de Jesus Cristo. “Ser Igreja” começa com a transformação individual baseada na Obra de Jesus Cristo. “Ser Igreja” reflete uma comunidade que é o Corpo da Pessoa de Jesus Cristo.


Por isso, ter uma compreensão bíblica do significado de “ser Igreja” no aspecto individual e comunitário irá orientá-lo a viver seguro do que Cristo fez enquanto desfruta de tudo aquilo que Ele preparou.


A base de tudo

A epístola aos Efésios descreve de forma profunda nossa identidade como Igreja. O primeiro capítulo detalha a atividade de Deus na salvação, base de tudo aquilo que somos e fazemos. Predestinados pelo Pai, redimidos pelo Filho e selados pelo Espírito Santo (Ef 1.5-13), somos Igreja para proclamar a glória de Deus em tudo o que fazemos (Ef 1.22, 23; 3.10). Essa é a base de tudo, mas não significa que é para todos. Então, quem são aqueles que desfrutam da realidade de “Ser Igreja”?


Realidade singular

O apóstolo Paulo apresenta a realidade singular de cada um pertencente à Igreja no segundo capítulo de Efésios. Sua descrição inclui todos nós: mortos em pecados, andando segundo o curso deste mundo e escravos dos desejos. Assim estávamos e assim éramos: longe de Deus (Ef 2.1-3).


MAS, a misericórdia de Deus entrou em cena. Por causa de seu grande amor, Ele nos deu vida. Para mostrar Sua glória por toda a História, Deus nos salvou por causa de Sua graça. Ser Igreja começou com uma transformação de nossa realidade singular. E isso não tem nada a ver com o que você fez, mas com a base de tudo: a graça de Deus (Ef 2.4-10).


Compromisso plural

A realidade singular transformada não é vivida de forma isolada. A transformação do indivíduo o coloca numa comunidade: Igreja, o Corpo de Cristo. O Evangelho cria um novo homem, perto de Deus e com livre acesso ao Pai. O Evangelho está edificando um prédio para morada de Deus, construído em cima da Pedra Angular – Jesus Cristo – e no fundamento dos apóstolos e profetas –a Bíblia (Ef 2.11-22). A edificação desse prédio acontece por meio do compromisso plural, em que cada indivíduo exerce seu compromisso com o Senhor para edificação do próximo (Ef 4.15, 16).


Se individualmente fomos feitos Igreja pelo Evangelho, é ao redor do Evangelho que coletivamente vivemos. É a mensagem do Evangelho que determina nossa conduta individual (Ef 4.17-5.21) e a prática de relacionamentos em nosso meio (Ef 5.22-6.9). É a Palavra de Deus que equipa a Igreja para batalhar pelo que foi criada para viver (Ef 6.10-20).

Por isso, nós da Igreja Batista Maranata, zelamos pela Palavra de Deus que cria a Igreja e buscamos viver relacionamentos em torno do Evangelho para edificar a Igreja.


Assim, a Igreja singular vive no plural. Você é Igreja e por isso está na Igreja!


Editorial do Pr.Alexandre "Sacha" Mendes



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.