Piada sem graça

Atualizado: 26 de Out de 2018

Quem não gosta de uma boa piada? O bom humor é uma característica comum do brasileiro. Gostamos de rir e usar um toque de humor em conversas animadas. No entanto, o humor também é uma área afetada pela Queda do Homem. Entre piadas e risadas, sofremos os estragos do pecado em piadas não tão “engraçadas”. A Queda afeta o humor do dia-a-dia com “piadas sem graça”, ou melhor, sem a graça de Jesus.


“Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.” - 1 Coríntios 10.31. O humor do dia-a-dia faz parte da “outra coisa qualquer” para fazermos para a glória de Deus! Então, como fazer piada e construir um humor que glorifique a Deus? A resposta a essa pergunta se encontra, em parte, em deixar piadas que não refletem a GRAÇA de Jesus. Três exemplos de piadas sem graça são:

  1. Piadas que enganam. “Como o louco que lança fogo, flechas e morte, assim é o homem que engana a seu próximo e diz: Fiz isso por brincadeira.” – Provérbios 26.18, 19. O contexto imediato (Provérbios 26.17-22) indica que existe um (mau) humor em uma língua maldizente e ávida por dissenções. Esse é o tipo de “engano” encarado como um jogo, ou uma brincadeira. Enganar e maldizer o próximo como se fosse um jogo, uma brincadeira ou uma experiência de novela da vida real é loucura. Apenas quem gosta de brincar com a morte num caminho de destruição é quem insiste nessa postura. Não use a maledicência e o engano como diversão. Não é engraçado!

  2. Piadas que zombam do pecado. Piada sem graça faz do pecado um motivo de riso. O pecado que custou o sangue de Jesus Cristo na cruz é transformado em objeto de escárnio. Não é estranho zombar daquilo que custou algo tão valioso? Não é estranho zombar daquilo que foi tão seriamente tratado na morte de Jesus? Piadas que zombam da condição do pecado (bebedice, glutonaria, homossexualidade, roubo, etc) desconsideram a seriedade do preço pago pelo pecado. O próximo passo é zombar da possibilidade de restauração para o caminho da sabedoria, deixando os envolvidos longe do arrependimento. “Os loucos zombam do pecado, mas entre os retos há boa vontade.” – Provérbios 14.9. Ou ainda, “...o que se alegra da calamidade não ficará impune.” – Provérbios 17.5b. Não use o pecado como motivo para sua piada. Não é engraçado!

  3. Piadas que escarnecem da criatura (e do seu Criador). A piada sem graça usa o exagero das características físicas de alguém para rir. Provavelmente, numa atitude de superioridade, sem perceber que esse julgamento está sutilmente demonstrando seu próprio orgulho: “convém que todos diminuam com meu humor para que eu prevaleça”! O que deixamos de perceber é que a Bíblia liga, em muitas ocasiões, o julgamento da criatura como uma afronta ao seu Criador. “O que escarnece do pobre insulta ao que o criou...” – Provérbios 17.5a. “O que oprime ao pobre insulta aquele que o criou, mas a este honra o que se compadece do necessitado.” – Provérbios 14.31. “O que despreza o próximo é falto de senso...” – Provérbios 11.12a. Ou ainda, “Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Aquele que fala mal do irmão ou julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz. Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?” – Tiago 4.11, 12. Não faça piada de alguém por suas características dadas pelo Criador. Não é engraçado!

Acredito que ainda poderíamos listar inúmeras “piadas sem graça”, mas essas três grandes categorias já nos estimulam a pensar sobre o uso do humor. A Palavra de Deus apresenta princípios suficientes para criar uma visão bíblica sobre humor. É possível divertir-se para a glória de Deus. De fato, é nossa obrigação usarmos o humor para a glória dEle!


“O ímpio, com a boca, destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento.”– Provérbios 11.9


Que o Senhor nos abençoe a rir para a glória dEle!


Editorial do Pr.Alexandre "Sacha" Mendes



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.