top of page

Pronto Para o Domingo

É comum a experiência de estar presente nas reuniões dominicais, mas não viver esses momentos como uma sincera devoção, com o coração aquecido em gratidão ao Senhor e desejoso de servi-lO. Uma razão pela qual essa experiência é tão comum, se dá pelo fato de que não existe muita diferença na forma de como nos preparamos para prestar um culto e a forma como nos preparamos para ir a um shopping: é simplesmente mais uma atividade que fazemos. No entanto, o culto público nada tem a ver com essa perspectiva: ''cultuar é render a Deus glória (valor), honra e louvor devido ao seu nome'' (Jeffrey D. Johnson). No culto, nos reunimos para adorar a Deus, recebendo a revelação de Sua Palavra, na confiança de que a obra de Cristo nos faz aceitáveis. Tendo em vista a solenidade e importância desse momento, podemos nos perguntar: como podemos nos preparar para o culto?

 

Nossas mentes não são como máquinas onde podemos apertar o botão ‘’modo adoração’’ e, mecanicamente nossos pensamentos se aquietam e toda nossa atenção e energia se voltam para o culto. Uma mente aquietada e atenta à Palavra pregada e cantada requer preparo, por isso considere as seguintes orientações.

 

Prepare-se com antecedência

 

''Sacia-nos de manhã com a tua bondade,

para que cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias.''

(Salmo 90.14)

 

Muitos são os eventos que afetam a disposição emocional como encaramos o restante do domingo. No contexto familiar, por exemplo, deixar as crianças prontas pode ser um desafio e imprevistos (estressantes) podem acontecer. Talvez o seu “Uber” cancele várias vezes. Ou ainda você se sinta constrangido de depender de carona mais uma vez. A correria da rotina pode lhe trazer à memória preocupações da vida diária e pode ser difícil se desvencilhar delas. Por isso, considere deixar o mínimo de pendências possíveis a serem resolvidas no domingo, de forma a reservá-lo para a comunhão com seus irmãos e fazendo o possível para que você tenha poucas distrações. Planeje começar o dia louvando o Senhor com cânticos que lhe tragam à mente a bondade de Deus derramada sobre a sua vida e a de sua família. Assim você será aquecido com a disposição correta para prestar culto.

 

Prepare o coração com oração e com a leitura da Palavra

 

''Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração,

prova-me e conhece os meus pensamentos;

vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno.''

(Salmo 139.23 e 24)

 

Planeje chegar cedo à igreja e ore pedindo ao Senhor que sonde o seu coração e lhe dê sensibilidade à Palavra (faça proveito da reunião de oração para isso!). Disponha o coração ao arrependimento diante da confrontação e aproprie-se do perdão de Deus. Assim, desfrute da bênção de fazer parte do corpo de Cristo, onde pecadores redimidos têm comunhão. Invista tempo lendo e meditando antecipadamente o texto bíblico que vai ser exposto. Faça uso de anotações como instrumento para relembrá-lo das últimas exposições e prepará-lo para a próxima.

 

Considere as necessidades ao seu redor

 

Se você tem disponibilidade de vaga em seu carro, considere a possibilidade de oferecer carona aos seus irmãos. É uma oportunidade de servi-los e encorajá-los, demonstrando cuidado e zelo. Esteja atento às demandas dos ministérios que precisam de pessoas para servir. Observe se há visitantes e seja hospitaleiro. Tenha interesse na vida das pessoas para a glória de Deus! Servir edifica tanto ao que serve quanto ao que está sendo servido, e ambos poderão expressar sua gratidão ao Senhor.

 

E quando eu não estiver preparado?

 

Preparar-se para a reunião dominical é a expressão da nossa devoção e parte integrante do próprio culto que prestamos. Todo o corpo perde quando parte de seus membros não estão sinceramente envolvidos na adoração comunitária. No entanto, o que faz o nosso culto ser aceitável a Deus é a obra de Cristo em nós. A graça derramada sobre nossas vidas é muito maior do que nossos dias maus e de frieza espiritual. Nesses dias, podemos buscar o encorajamento dos irmãos, procurando discernir a causa do nosso coração árido e encontrando a oportunidade para o arrependimento, mudança de hábitos e consolo. Assim, cresceremos juntos e o Senhor será glorificado em nosso meio.

 

Editorial de Matheus Carneiro

Bibliografia:

Johnson, Jeffrey D. A igreja: sua natureza, autoridade, propósito e culto. Editora O Estandarte de Cristo, 2020.

Yorumlar


bottom of page