top of page

Tire a Cera do Seu Ouvido

A audição é um dos sentidos mais valiosos que temos — é essencial para uma boa comunicação, e por isso fundamental nos relacionamentos. Ainda mais, quando olhamos para a Bíblia, vemos que a audição é fundamental para a caminhada em obediência ao Senhor e amor ao próximo. E embora você não esteja usando a audição ao ler este texto, entenderá ao final que ouvir e obedecer são como dois lados de uma mesma moeda.


Ouvido


Certa ocasião estávamos tendo dificuldades com meu filho primogênito na sua educação. Parecia que ele não nos entendia, que não estava nos ouvindo bem. Como pais de primeira viagem, o levamos ao médico temerosos que ele tivesse alguma coisa que estava dificultando sua audição. Feito todos os exames nele, desde uma simples olhada no ouvido até uma audiometria completa, todos os resultados deram normal. Então, começamos a testar a audição dele com coisas que ele gostava muito, e o fato era que ele estava ouvindo. Quando testávamos em coisas que ele devia fazer ou suas responsabilidades, parecia que estávamos sendo ignorados — e de fato estávamos.


Aonde quero chegar com essa história? A audição dele era perfeita para aquilo que chamava sua atenção, mas o que não era tão legal e divertido era ignorado. Havia uma seleção do que ele ouvia e, em seu coração, ele queria ouvir aquilo que o agradava e rejeitava o restante. Meu pequeno estava manifestando seu coração centrado em si mesmo, olhando seu próprio interesse, vivendo o contrário do que a Palavra manda (Filipenses 2.3, 4). Isso mostra que nossos ouvidos estão conectados intimamente com nosso coração!


Ouvido e Coração


O coração está sempre no centro das questões quando falamos sobre desejos ou pecados. Provérbios 4.23 nos chama a atenção para o zelo que temos que ter com o nosso coração, pois ele dirige o rumo de nossa vida. Jeremias 17.9 diz que temos um coração enganoso e doente. Entender que somos assim pela consequência do pecado é importante para sabermos o porquê de como agimos. Nossos ouvidos são plenamente afetados pelo nosso coração.


Ouvimos o que queremos e rejeitamos (ou tentamos rejeitar) o que não nos agrada. Já usei meu filho como exemplo, mas nós adultos somos mestres (também) em “não ouvir seletivamente”. Já se pegou não querendo perdoar alguém e fomentando argumentos para tal atitude? Não seria uma negação do que lemos e ouvimos da Palavra que nos manda perdoar como Jesus fez por nós? De fato, em pequena ou em grande escala tapamos nossos ouvidos para o que devemos (cumprir a Palavra) para, por vezes, ouvirmos as vozes sedutoras do nosso coração. Quanto mais vivermos no pecado, mais daremos oportunidades para nosso coração ser a voz dominante em nossos ouvidos e a que obedeceremos.


Ouvido, Coração e Obediência


Ouvir parece ser simplesmente uma percepção sonora que recebemos. Se for uma ordem, escolhemos obedecer ou não; se for um aviso, acatamos ou não. No contexto bíblico temos a palavra “shema” (hebraico) e sua equivalente “eisakouo” (grego), que significam ouvir, mas não somente o som. Ela vem carregada com a intenção de “faça” ou “obedeça”. Quando Deus em Deuteronômio 6.4 diz: “Ouça (shema), ó Israel! O Senhor, nosso Senhor, é único Deus!”, Ele está chamando o povo a ouvir com atenção e obedecer. São duas ações embutidas em uma palavra.


O texto de Lucas 6.46–49 é breve, mas exemplifica muito bem o ouvir, o coração e a obediência. Temos dois pontos de destaque neste texto: quem ouve e pratica, e aquele que ouve, mas não pratica. Aquele que “shema”, construiu a casa na rocha, mas aquele que somente escutou e seguiu sua própria vontade, teve sua casa destruída. A disposição de um coração regenerado, juntamente com a instrução recebida da Palavra, deve resultar em obediência por amor, e é isto que o Senhor deseja de nós.


Praticando o “shema”

  • Considere começar a ouvir pacientemente ao invés de responder a alguém de imediato;

  • Dê atenção quando alguém está compartilhando algo com você, assim estará amando aquela pessoa pela doação de seu tempo e ajuda;

  • Gaste seu tempo naquilo que vai produzir glória a Deus. Entretenimento é legal, mas tem tomado muito do nosso tempo e atenção, nos afastando do que é bom e produtivo ao nosso coração;

  • Se dedique a servir e pensar mais no próximo; com seu chefe, por exemplo, é uma boa oportunidade para você começar aprender a servir com um coração sincero;

  • Se dedique a ler/ouvir a Palavra intensamente, pois é por meio dEla que o Senhor tem falado e nos corrigido para as boas obras em amor.


Perguntas para o cotidiano


Tenho sido um bom praticante da arte de ouvir atentamente? Meu coração está alinhado com os desejos de Deus ou tenho dado mais vazão aos seus gritos? A obediência tem sido uma marca positiva ou uma luta entre um elefante e uma formiga?


  1. Considere analisar seu coração quando ele se apresenta como um questionador. Pode ser uma simples reflexão saudável, mas necessita cautela, pois pode ser também um sinal de dureza ou indício de rebeldia (Hebreus 3.7, 8);

  2. Ore a Deus que sonde seu coração (Salmo 139.23, 24), peça perdão pelos seus pecados; assim, tirará a “cera do seu ouvido”;

  3. Obedecer muitas vezes vai doer em nós, pois fere o orgulho enraizado. No entanto, é assim que morremos um pouco a cada dia para nós mesmos e crescemos para Cristo (Gálatas 5.24).

Portanto, mais que buscar um bom otorrino para uma boa assepsia do aparelho auditivo e ter uma boa audição, ouvir realmente vai muito além destas boas práticas. É um exercício exaustivo e um trabalho do Espírito Santo no profundo de nosso ser. Devemos tirar a “cera” do ouvido sempre, e com o coração limpo, caminhar em boas obras na direção do alvo que é Jesus Cristo.

Editorial de William Rubial



Comentarios


bottom of page