Por que a igreja é tão importante?


“E pôs todas as coisas debaixo dos pés e, para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas.”

(Efésios 1.22-23)


Talvez, muitas pessoas se perguntem sobre a função e motivo pelo qual a igreja de Jesus Cristo exista. Tal indagação é razoável, uma vez que enxergamos constantemente as distorções, abusos e escândalos praticados pelos líderes religiosos cristãos em todo mundo. Mas, o fato que muitas vezes não é levado em consideração é o propósito indicado pela Palavra para que a igreja existisse e a realidade de que o próprio Senhor daria sua vida por ela. Então, faço uma nova pergunta: por que a igreja, mesmo com todas as suas mazelas, é abençoada, desejada e amada por Deus?


O pastor Mark Dever nos ajuda a pensar sobre a igreja e sua importância: “a igreja é o Evangelho em forma visível.”


A igreja de Jesus Cristo tem sua natureza e atributos muito bem definidos pela Palavra de Deus, a Bíblia. São dois pontos que falam muito do porquê a igreja existe e é sustentada por Deus. A palavra igreja, no Novo Testamento, tem sua origem na palavra grega Ekklesia. Esta palavra, em sua definição simples, significa “chamados para fora.” Porém, em um contexto mais amplo era usada para um grupo de pessoas chamadas para fora das pólis (cidades gregas), escolhidas para um propósito específico. Isto tem muito a ver com a igreja!


Escolhidos para ser um povo

Um dos pontos fundamentais da natureza da igreja é reconhecer que ela é separada para ser o povo de Deus. A igreja existe com o propósito de glorificá-Lo. Em 1 Pedro 2.9,10, o apóstolo Pedro chama a atenção dos seus leitores para mostrar a realidade do que eles são agora, de sua nova identidade como povo de Deus, resgatados pela obra de Jesus na cruz do calvário. É o próprio Deus quem nos chama para ser seu povo, é o próprio Deus que demonstra misericórdia pelo chamado, e, assim, é Ele quem forma a sua igreja. Para que, desta forma, a igreja reflita a Pessoa de Jesus no mundo.


Regenerados para ser um povo

Não existe povo de Deus sem a ação poderosa do Espírito Santo na vida do homem. A igreja foi comprada pelo sangue de Cristo na cruz, assim sendo, esta é formada por pessoas que, não somente creem em seu nome, mas que foram transformadas no seu íntimo por Ele. O Espírito convence o homem do pecado, justiça e juízo de Deus (João 16.8-11) e pelo seu poder restaura o homem a uma nova realidade, a uma nova criação em Cristo (2 Coríntios 5.17), uma nova identidade que o coloca como súdito do Rei dos Reis no Reino de Deus.


Povo santo de Deus

Possivelmente, a santidade de Deus é o atributo que mais nos chama a atenção pela diferença natural com o homem caído. De acordo com Isaías 6, a santidade de Deus fere e incomoda nossa existência. A santidade é um atributo designado para a igreja. Mas o grande ponto de entendimento da santidade refere-se ao fato de que a igreja é o povo separado de Deus e não o povo perfeito, imaculado de Deus. A nossa glorificação à estatura de Cristo ainda é aguardada. Em Efésios 5.25-27, o apóstolo Paulo nos mostra que Cristo morreu para santificar e glorificar sua igreja. Diariamente, o Senhor Jesus, tem trabalhado para aparar as arestas, tirar as manchas e limpar as sujeiras que tem manchado a imagem de Deus refletida na igreja. Isto tudo, para um dia, desfrutarmos das bodas do Cordeiro.


Jesus é o Senhor da Igreja

A igreja existe por causa de Jesus Cristo. A causa da existência da igreja em Cristo faz com que a própria igreja tenha um valor imensurável. Negar a obviedade da relevância e valor da igreja por um mero “achismo” de que você seja melhor que as pessoas que a constituem, só faz de você alguém de mente obscurecida e cego em seu pedestal de orgulho. Nós pertencemos ao povo de Deus por causa de Jesus, você foi regenerado pela obra de Jesus e o que une todos os cristãos em toda a face da terra é o Senhor Jesus.


A obra que foi feita na cruz nos liga intimamente uns com os outros porque todos pertencemos a um mesmo corpo (1 Coríntios 12.12-26). O pecado tem afetado a igreja, isso é um fato. Fofocas, rixas, desentendimentos, imoralidade, etc., é uma realidade triste que ocorre na igreja e mancha o nome de Cristo no mundo. Mas, o que o mundo não entende é que o perdão de Jesus nos une novamente, o perdão nos restaura, renova os laços de amizade e restaura o corpo por causa de Cristo.


A igreja está edificada e solidificada na pedra que é Jesus Cristo (Efésios 2.20-22). A igreja que obedece ao Senhor, que crê em sua Palavra e na sua suficiência, está consolidada em Jesus (Mateus 7.24-27). Nada neste mundo pode destruir ou acabar com a igreja porque ela pertence ao Senhor Jesus (Mateus 16.18). Jesus veio ao mundo para que a igreja viesse a existir. Cristo, verteu seu sangue para que a igreja fosse purificada, morreu para que fosse reconciliada com o Pai, ressuscitou para que Ele fosse a primícias dos mortos (1 Coríntios 15.1-34) e voltará para buscá-la no tempo certo (Tiago 5.7,8). Amém!


Editorial de William Rubial



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.