Desejos do coração

Atualizado: 12 de Set de 2018

“Amarás o SENHOR, teu Deus, com todo o coração,

com toda a tua alma e com todas as tuas forças.”

(Deuteronômio 6.5)


Quantos de nós nunca desejamos ter um relógio da moda, um carro com um motor superpotente ou os melhores cremes de beleza femininos do mercado? Todos nós desejamos muitas coisas durante nossas vidas. Estas coisas podem ser objetos, sonhos, família, emprego com melhor salário, uma família estruturada e feliz, muito dinheiro e por aí vai. Tudo isto e muitas outras vem de dentro do coração, fonte poderosa de motivação para corrermos atrás delas. O coração é a fonte de onde emanam nossos sentimentos e desejos.


Um carro ou um avião não chegarão ao seu destino sem o que os movem principalmente, o motor. Da mesma forma no homem, o coração é o cerne de sua vida, o motor que nos move e nos aponta o que queremos e desejamos (Provérbios 4.23). O amor é seu combustível, que faz ele bater mais forte e dá motivação. Este sentimento é a força motriz que nos faz agir, nos impulsiona a vivermos com objetivos sejam quais forem eles. Todos nós somos “amantes” por essência!


1. Desejos

Como naturalmente somos “amantes", o mundo e seu sistema trabalham para que as pessoas estejam com seus desejos sempre à flor da pele. A cobiça dos olhos, a cobiça da carne e a soberba da vida (1 João 2.16) são os pontos onde o mundo vai nos assediar. O mundo flerta com os desejos do nosso coração, nos apresentando a satisfação, o prazer, paz, realização e etc. Pense que você chega do trabalho cansado após um dia atribulado e atarefado, qual é a sua esperança e anseio? Paz! Haja paz no meu lar! Mas tudo que você encontra é uma esposa descabelada, exausta pelo serviço de casa e “sapequice” dos filhos. Então, qual sua reação? Até quando Senhor?! O amor por paz naquele momento foi ferido e reagimos muitas vezes pecaminosamente.


O mundo quer que você ame coisas, que priorize seus recursos para gastar com você, que você sempre esteja satisfeito e se sentindo “completo”. Creio que muitas das coisas que o mundo oferece sejam boas, mas ele não quer que você possua somente, mas que as ame mais do que qualquer coisa, inclusive a si próprio. O mundo cria a ilusão que se você não tiver aquele celular você não será alguém importante, se você não tiver a sua casa própria você não deve sossegar de trabalhar até conseguir e se não tiver a televisão 4k, a sua novela não será mais a mesma. Enfim, o mundo está nos ensinando a amar aquilo que não deve ser amado com todo o nosso coração.


2. Desejos calibrados

Nós fomos criados com o propósito de amar e adorar somente ao criador. Mas, o pecado distorceu todas as coisas, não amamos mais o que deveríamos, em troca, amamos e desejamos tudo, menos quem deveríamos. Nosso coração pode ser comparado a uma bússola orientada por nossos desejos e esta demanda que seja “recalibrada” pela Palavra para que aponte seus desejos e vontades para a orientação certa. O capitulo 3 de Colossenses nos apresenta o que, na essência, devem ser nossos desejos como Deus os planejou e nos mostra claramente o alvo. Devemos mortificar nossos desejos pecaminosos, vontades da carne, avareza, ganância, imoralidade e desejos maus. Contudo, devemos abraçar o pensamento da coisa do alto, a olhar para Deus e entender dEle o que é bom e correto para mim, e não seguir o que acho que é bom à luz do meu coração.


Cristo viveu uma vida perfeita como homem, foi justo perante Deus. Este é o homem a quem devemos nos conformar, pois seus desejos não eram para si, mas para o Pai. Ele se agradava em viver a Palavra do Senhor, sua fonte de sabedoria era inesgotável, sua riqueza não era prata nem ouro e sua paz era sem fim. Seu tesouro é o Pai! E por tal demonstração de amor ao Pai Jesus se entregou para que muitos pudessem ter salvação de suas vidas tortas para ser como Ele é com o Pai, um só. Agora, com um novo coração, uma nova criatura, capaz de olhar para Ele e encontrar a paz e satisfação pela Sua graça e poder da Palavra.


Editorial de William Rubial



© 2018 Igreja Batista Maranata. Todos os direitos reservados.